Anne Lister, a 1ª lésbica moderna, vai ganhar série

Postado: 3 ago 2018 | 0 comentários

Anne Lister nasceu em Halifax, em 1791, ela era proprietária de terras com talento empreendedor. Ela transformou a propriedade falida que herdou em um empreendimento lucrativo e usou sua riqueza para viver como bem entendesse, e se casou – sem reconhecimento legal – com a herdeira Ann Walker para adquirir a posição social que ansiava. As duas se casaram em 1834, com bênção da Igreja da Santíssima Trindade (Holy Trinity Church, de York).

O filme “Diário Secreto de Miss Anne Lister”, com nome original de “The Secret Diaries of Miss Anne Lister“, lançado em 2010 conta sua história.

Uma placa em nome de Anne Lister foi instalada na igreja, como forma de homenagem.

A placa está na Igreja da Santíssima Trindade, em York

Em 2019, a BBC One pretende lançar uma série sobre um de seus diários que tem o nome “Gentleman Jack“. O diário teve que ser decodificado já que Anne escrevia tudo em códigos para que não fosse fácil de compreender caso alguém os pegasse.

Alguns diários foram decodificados pela primeira vez somente para a produção da série. Um deles, inclusive continha cartas de amor para uma mulher chamada Eliza Raine, com quem ela dividia um quarto no internato em York.

Suranne Jones (Anne Lister) e Sophie Rundle (Ann Walker) caracterizadas para “Gentleman Jack”

Capa comum
E-book
E-book UK
E-book
E-book
Receba dicas e novidades

0 Comentários

Deixe o seu comentário!