É hoje! Começa a pré-venda da história em quadrinhos “Boa Sorte”

Postado: 7 ago 2020 | 0 comentários
“Boa Sorte” de Helena Cunha. Imagem: reprodução.

Boa Sorte é de autoria da ilustradora Helena Cunha, que disponibiliza todo dia às 20h uma nova cena em seu perfil do Instagram.

Aos 16 anos, Julieta ainda está tentando entender quem é e do que gosta. Insegura e introspectiva, cresceu à sombra da irmã mais velha e nunca se incomodou por ficar longe dos holofotes.

Julieta estava começando a entender sua sexualidade e se abrir para as novas experiências que a adolescência traz, quando teve seu processo de autoconhecimento interrompido pela morte de Laura. Perdida entre o luto, o divórcio dos pais e a mudança de cidade, ela passa os dias revirando em vão as caixas empoeiradas do porão atrás de alguma explicação para o suicídio da irmã.

“Boa Sorte” de Helena Cunha. Imagem: reprodução.

Orgulhosa, Julieta não suporta que sintam pena dela, por isso esconde dos novos colegas seu passado e os motivos que a levaram à nova cidade. Ela aprendeu, da pior forma possível, que a vida é frágil e que em um piscar de olhos tudo que ama pode acabar, por isso ela se fecha. Confunde vulnerabilidade com fraqueza e tem medo de sofrer. As poucas pessoas que ela permite que se aproximem, conhecem uma menina inteligente, leal e engraçada. 

Em sua jornada, ela aprende a lidar com o frio na barriga do primeiro amor e o buraco no peito que a falta da irmã traz. Ela amadurece e ganha coragem para ir atrás do que deseja. Quando pensa em Laura, seu peito explode, às vezes de tristeza, às vezes de raiva, às vezes de amor e sempre de saudade. E tudo bem. Julieta finalmente entende que as emoções – mesmo as não tão doces – precisam ser sentidas.

“Boa Sorte” de Helena Cunha. Imagem: reprodução.

Pré-venda da versão impressa deBoa Sorte“: http://helenacunha.iluria.com/

Receba dicas e novidades

0 Comentários

Deixe o seu comentário!